Rio Branco, Acre,


Goleiro Bruno consegue liminar e poderá retirar tornozeleira eletrônica durante os jogos

Bruno foi até a Defla, registrou um boletim de ocorrência e informou que sua defesa tentava reverter a decisão do TJAC

O advogado Jair Medeiros conseguiu uma liminar junto à Vara de Execuções Penais para o goleiro do Rio Branco Bruno Fernandes retirar a tornozeleira eletrônica durante os jogos oficiais.

Com a decisão o atleta poderá jogar as semifinais do Campeonato Estadual nesta quarta-feira (9), contra o time do Placido de Castro, no Estádio Arena Acreana sem o uso do equipamento.

PUBLICIDADE

Na decisão do Juiz Hugo Toquarto ficou definido que o goleiro deve retirar o equipamento eletrônico duas horas antes dos jogos e deve recoloca-lo duas horas após a partida.

O advogado Jair Medeiros deve entrar com um novo recurso junto a Vara de Execuções Penais para que o equipamento seja retirado durante os treinos também. A liminar concedida pela justiça na noite de terça-feira (8) tem validade por 30 dias.

No início da noite de terça, Bruno foi até a Delegacia de Flagrantes de Rio Branco, registrou um boletim de ocorrência e informou que sua defesa tentava reverter a decisão do Tribunal de Justiça do Acre. Ele alegava que o equipamento, que está usando desde o dia 4 deste mês, estava apertado. Além disso, segundo Bruno, a tornozeleira atrapalhava seu desempenho como goleiro.

Confira a entrevista completa ao ContilNet:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up