Rio Branco, Acre,


Jovem que matou o padrasto para defender a mãe é absolvido pelo Tribunal do Júri

A família comemorava o Dia das Mães, quando a vitima começou a agredir a sua esposa

Júlio César Costa da Silva foi absolvido pelo assassinato do próprio padrasto. A decisão foi do Conselho de Sentença da 2ª Vara do Tribunal do Júri, que por maioria dos votos acatou a tese de legitima defesa.

O julgamento do acusado, realizado na 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditória Militar, terminou por volta das 13 horas desta quarta-feira (9).

PUBLICIDADE
O crime aconteceu quando a família comemorava o Dia das Mães/Foto: Reprodução

Júlio César sentou no banco dos réus para responder pela morte de seu padrasto, Raimundo Nonato de Oliveira.

SAIBA MAIS: Após ver a mãe sendo agredida, enteado mata padrasto a ripadas e ela o entrega a polícia

O crime ocorreu em 10 de maio deste ano, na Rua Brasileia, Bairro Waldemar Maciel, região do Calafate.

Consta na denúncia que a família comemorava o Dia das Mães, quando a vitima começou a agredir a sua esposa, mãe do acusado.

Neste momento, Julio César armou-se com uma ripa e desferiu vários golpes no padrasto. Raimundo Nonato de Oliveira morreu no local. Na época do crime, Julio César Costa foi preso em flagrante.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up