Rio Branco, Acre,


Médica que está na UTI após ser picada por jararaca contrai covid-19, diz irmã

Dieynne Sugo está internada desde domingo (30) em estado grave. Há dois dias ela foi transferida de Cuiabá para São Paulo

A médica Dieynne Saugo, que está internada desde o último domingo (30), depois de ser picada por uma cobra da espécie jararaca quando tomava banho em uma cachoeira, em Nobres, a 151 km de Cuiabá, testou positivo para a Covid-19. O diagnóstico foi informado pela irmã dela, Nathalia Saugo, no Instagram.

Lembre o caso: Médica vai parar na UTI após ser picada por jararaca durante banho

PUBLICIDADE

“Ontem foi feito um teste de Covid, logo quando chegou ao hospital. Para nossa infelicidade, o teste deu positivo”, disse, nessa sexta-feira (4), após a transferência de Dieynne de avião para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, na noite de quinta-feira (3).

Segundo Nathalia, a irmã passou por uma cirurgia e o resultado foi positivo. “A cirurgia foi feita, mas teve um sangramento no braço, mas logo depois foi estabilizada com medicamentos, graças a Deus”, afirma.

A reportagem tenta contato com a família para saber detalhes do estado de saúde devido à Covid-19.

Desde domingo, antes de ser levada para São Paulo, Dieynne estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), do Hospital Jardim Cuiabá.

A família decidiu transferi-la para São Paulo porque o hospital em Cuiabá estava lotado por causa da pandemia de Covid-19 e que os médicos especialistas estavam sobrecarregados.

Durante a semana, na unidade em Cuiabá, ela passou por transfusão de sangue e também foi feita uma traqueostomia para que ela pudesse respirar melhor, pois 70% das vias aéreas estavam comprometidas.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up