Rio Branco, Acre,


PF faz operação contra saques indevidos do auxílio emergencial

Segundo a investigação, ao menos 45 pessoas de baixa renda foram prejudicadas pelo esquema criminoso. Agentes públicos estão envolvidos

APolícia Federal deflagrou, nesta terça-feira (8/9), a Operação Parasitas. A ação visa combater fraudes relativas a saques indevidos do auxílio emergencial, com foco na zona sul de São Paulo. A estimativa é de que 45 pessoas de baixa renda tenham sido prejudicadas.

Segundo a polícia, os crimes eram cometidos por uma associação criminosa, que atuava da seguinte forma: agentes públicos com acesso ao CadÚnico eram aliciados pela organização para alterarem os dados de pessoas de baixa renda constantes do referido sistema de cadastramento, em especial, os nomes das mães e endereços.

PUBLICIDADE

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up