Rio Branco, Acre,


Por dívida, Justiça penhora carros e bloqueia contas do Corinthians

Alvinegro não quitou valores referentes a venda de jogador junto a uma empresa de marketing

A má fase do Corinthians não se restringe apenas às quatro linhas. O desempenho ruim dentro de campo também se estende aos bastidores do clube. Nesta sexta-feira (25/9), a justiça bloqueou um valor de R$ 441 mil em contas bancárias e penhorou automóveis do time.

A dívida equivale a um processo na Justiça movido pela empresa B2F Marketing Esportivo. O valor é referente à uma parcela da venda do jogador Matheus Pereira ao Empoli da Itália. O atleta se transferiu ao clube italiano em 2016. A empresa alega que tem direito a 15% na venda. O meia foi vendido por 2,4 milhões de euros (R$ 8,6 milhões) e hoje está no Barcelona B.

PUBLICIDADE

Em 2017 a empresa entrou na Justiça para receber 150 mil euros do time paulista. No ano seguinte, o Corinthians se comprometeu a pagar a B2F. O acordo ficaria em R$ 1,160 milhão, divididos em dez parcelas mais os 15% de 400 mil euros, que seriam pagos pelo Empoli.

O clube italiano pagou o Corinthians e o time brasileiro não quitou os débitos com a empresa, totalizando R$ 397 mil em dívidas. A Justiça então bloqueou as contas do time paulista, mas apenas R$ 8,8 mil foram bloqueados em três de dez contas da equipe. Nas restantes não havia saldo positivo.

Assim, além de nova tentativa de bloquear ativos financeiros do Corinthians, os advogados também pediram a penhora de dois veículos do clube: um Fiat Mobi e um Fiat Ducato. O time pode utilizar os veículos mas não pode negociar ou transferir os automóveis.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up