Rio Branco, Acre,


Presidiário que executou mulher na frente do filho de 8 anos é condenado

Consta na denúncia que Katrine estava em casa, na companhia do filho de 8 anos, quando o imóvel foi invadido

O presidiário Francisco Joab Craveiro Figueiredo foi condenado a 18 anos e 6 meses de prisão pela morte da jovem Katrine Lopes da Silva.

A decisão foi do Conselho de Sentença da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditória Militar, em sessão realizada nesta terça-feira (1).

PUBLICIDADE

Os jurados acataram a tese apresentada pelo promotor de Justiça Efraín Enrique Mendonza, que apontou que foi o réu quem fez o disparo que atingiu o pescoço da vítima.

A jovem Katrine Lopes da Silva foi assassinada no dia 12 de fevereiro de 2019/Foto: Reprodução

“O exame de comparação balística prova que a arma aprendida com Joab um dia depois do crime, foi a mesma utilizada para matar a jovem. Isso é um prova cientifica”, disse o promotor.

A jovem Katrine Lopes da Silva foi assassinada no dia 12 de fevereiro de 2019. O crime aconteceu na Rua Jerusalém, no Laélia Alcântara, região do Calafate.

Consta na denúncia que Katrine estava em casa, na companhia do filho de 8 anos, quando o imóvel foi invadido por criminosos.

Na mesma sentença o Juiz Alesson Braz da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria militar negou ao réu o direito de recorrer da condenação em liberdade.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up