Rio Branco, Acre,


Princesa do Iaco: Sena Madureira completa 116 anos de história e emancipação

A Prefeitura da cidade comemorará a festa com uma programação simples e sem aglomeração

Sem o tradicional desfile cívico no Centro da cidade, sem arquibancadas e a presença de diversas autoridades, por conta da pandemia do coronavírus, Sena Madureira completa seus 116 anos de história e emancipação política de uma forma diferente neste 2020 – mais especificamente, 5 de setembro, data que marca o seu surgimento.

A primeira capital do Acre é o terceiro município mais populoso/Foto: Reprodução

Fundada em 25 de setembro de 1904, berço da chegada de nordestinos, que iniciaram sua ocupação, aproximadamente no ano de 1878, para exploração econômica da borracha, o nome do município presta homenagem ao coronel do Exército Brasileiro, Antônio Sena Madureira, militar que participou da Guerra do Paraguai.

PUBLICIDADE
Sâmyk Farias: Fotos Antigas de Sena Madureira/Acre
Desfile cívico de aniversário da cidade, em 1970/Foto: Reprodução

Ficando atrás apenas de Rio Branco e Cruzeiro do Sul, a primeira capital do Acre é o terceiro município mais populoso do referido estado.

O município considerado a “Terra do Mandi” abriga, de acordo com o último senso do Instituto Brasileiro de Geografia e Pesquisa (IBGE), mais de 43 mil habitantes.

Confira os nomes do conselheiros tutelares eleitos no município de Sena Madureira - ac24horas.com - Notícias do Acre
Sena vista de cima/Foto: Reprodução

Parabéns, Sena Madureira pelos 116 anos de emancipação política.

Programação

A Prefeitura da cidade comemorará a festa com uma programação simples e sem aglomeração, por conta da pandemia do coronavírus.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up