Rio Branco, Acre,


Opinião: PT critica PCdoB sobre apoio à Socorro, mas nem os próprios comunistas se unem

"Antes de fazer qualquer crítica a quem quer que fosse, deveria, sim, fazer esse esclarecimento à população"

Confira o artigo publicado pelo jornalista Tião Vitor, sobre a decisão do Partido Comunista do Brasil (PSdoB) de não apoiar a candidatura de Socorro Neri à Prefeitura de Rio Branco.

Confira na íntegra.

PUBLICIDADE

ESCLARECER QUE É BOM, NADA, NÉ, MEUS FILHOS?!

Tem muita gente revoltada porque o PCdoB não entrou na coligação que apoia Socorro Neri para a reeleição. Entre esses, os mais nervosos são os petistas, principalmente, dirigentes partidários. Contudo, não explicam o porquê de os comunistas não estarem ao lado do PT, afinal, sempre foram grandes aliados, isso desde a formação da Frente Popular lá na década de 1990.

Antes de fazer qualquer crítica a quem quer que fosse, deveria, sim, fazer esse esclarecimento à população. Não o fazem porque sabem que é o próprio PCdoB que não quer proximidade com o PT, pois sabe que, nessa relação, é só “venha nós, mas vosso reino, nada”!

Com o PT, ao que se saiba, apenas o Psol, e olhe lá, pois grande parte do partido não aprovou essa união com os petistas, já que não houve discussões internas suficientes para referendar Cláudio Ezequiel vice de Daniel Zen.

O pior é que, desonestamente, creditam, exclusivamente, à Socorro Neri, a decisão de manter o PCdoB fora da coligação. E fazem isso porque querem atribuírem a ela a pecha de ingrata, alegando que esta teria rompido com a relação partidária existente na gestão da Prefeitura de Rio Branco. E, como sempre, mais uma vez, não informam que queriam que Neri fosse apenas uma marionete sentada em seu gabinete, deixando a eles, os dirigentes petistas, a condução da gestão municipal. Queriam! Não conseguiram, pois, Socorro Neri não permitiu.

Esse, entre outros detalhes que também se negam a divulgar, fez essa relação política se desgastar, resultando no rompimento.

Quanto à ausência do PCdoB na coligação, não sei exatamente o que se passou. Sinto por sua ausência, pois somaria muito, mas creio que esse fato não ofusca a legitimidade dessa candidatura e acredito que será vitoriosa em 15 de novembro.

Vamos em frente com Socorro Neri e Eduardo Ribeiro!

Tião Vitor é jornalista. 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up