Rio Branco, Acre,


Reality show Canada’s Drag Race coroa primeira rainha da edição

Durante a temporada, Priyanka venceu dois grandes desafios; Rita Baga três e Scarlett Bobo apenas um

‘Canada’s Drag Race’ chegou ao fim na quinta-feira (3) com a vitória de uma competidora de descendência indiana. Isso mesmo, Priyanka é a terceira rainha negra coroada em 2020 em uma das versões da franquia de ‘Drag Race’, antecedida por Jaida Essence Hall (temporada 12) – que ocorreu no auge das manifestações do movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam) nos Estados Unidos da América (EUA), após policiais assassinarem George Floyd (46) por asfixia mecânica –, e Shea Couleé (All Stars 5).

PUBLICIDADE

Para entrar na competição, Mark “Suki” Suknanan (29) se demitiu do programa infantil que apresentava para se dedicar, de forma integral, a personagem drag que havia criado dois anos e meio atrás. E deu certo. Ela chegou a dublar duas vezes por ter ficado entre as piores da semana, mas se reergueu e garantiu uma vaga no top 3 ao lado de duas fortes candidatas: a talentosa Rita Baga (33), que também dublou duas vezes, e a resiliente Scarlett Bobo (29), que esteve salva durante a temporada inteira.

Episódio final

As rainhas receberam a missão de compor versos para gravarem uma versão remix da música “U Wear It Well’, de RuPaul. Antes da apresentação, ensaiaram uma coreografia complexa e, nesse meio tempo, ainda concederam entrevistas individuais, via podcast, ao jurado fixo Jeffrey Bowyer e à convidada Traci Melchor. Lá, conversaram sobre a trajetória dentro e fora do programa. Mas, não acaba aí. Além da performance, elas também precisavam pensar no que vestir – e naquilo que as representava – para o derradeiro desfile da noite.

Logo após o musical, na pausa das gravações para as considerações do júri, as finalistas se dirigiram aos bastidores quando foram surpreendidas por uma minirreunião, em clima de paz, amor e comédia, junto às outras nove drag queens eliminadas. E só então todas voltaram ao palco principal pela última vez. Priyanka, Rita e Scarlett dublaram por suas vidas e, em seguida, o nome da vencedora foi anunciado pela vice-campeã da 11ª temporada de ‘RuPaul’s Drag Race’ nos EUA, a também canadense Brooke Lynn Hytes.

Primeiro pronunciamento

“Sou a prova viva que trabalho duro vale a pena e que, mesmo quando cometemos erros… Mesmo assim podemos ser vencedores. Para as crianças assistindo em casa, eu sei que estavam acostumados a me verem em outro lugar. Mas agora eu estou aqui, na casa da Mama Ru!”, declarou. Vida longa à rainha!

Drag Race: próxima temporada

Fora dos EUA, país de origem, o programa já se expandiu para a Tailândia, Reino Unido, Canadá e, agora, se prepara para estrear na Holanda em 18 de setembro – mesmo dia do aniversário do apresentador Fred van Leer, que recebeu o convite de RuPaul Andre Charles.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up