29.3 C
Rio Branco
25 setembro 2021 11:21 am

Cameli recebe visita institucional de desembargadores eleitos para nova gestão do TJ

POR SECOM

Última atualização em 21/10/2020 07:54

O governador Gladson Cameli recebeu a visita institucional dos desembargadores Waldirene Cordeiro, Roberto Barros e Elcio Sabo Mendes, nesta terça-feira, 20. Os magistrados foram eleitos, este mês, para conduzirem a administração do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) durante o biênio 2021-2023.

A partir de fevereiro do próximo ano, a desembargadora Waldirene Cordeira será a nova presidente da Corte, em substituição desembargador Francisco Djalma. Roberto Barros assumirá a vice-presidência e Elcio Sabo Mendes atuará como corregedor-geral do órgão.

Na oportunidade, Gladson parabenizou a futura equipe gestora do TJAC e desejou sucesso aos magistrados. O governador demonstrou ainda seu profundo respeito pelo Poder Judiciário acreano e enfatizou que a harmonia e cordialidade entres as instituições são fundamentais para assegurar o Estado Democrático de Direito.

“Primeiramente, gostaria de deixar registrado os meus parabéns aos desembargadores Waldirene Cordeiro, Roberto Barros e Elcio Sabo Mendes. Desejo todo o sucesso aos magistrados neste novo desafio. Sou um admirador do Tribunal de Justiça e podem ter a certeza de que o Poder Executivo está de portas abertas para continuarmos e fazermos novas parcerias”, declarou.

“Um Estado forte depende do equilíbrio e da independência dos seus poderes. No Acre, podemos afirmar que este princípio é cumprido porque temos instituições sérias e comprometidas com o bem da sociedade”, completou Cameli.

Waldirene Cordeiro assumirá a presidência do TJAC em meio a um dos maiores desafios já enfrentados na história do Acre, a pandemia do novo coronavírus. Segundo a magistrada, sua gestão dará seguimento as ações que estão dando certo e focará em soluções inteligentes no pós-pandemia.

“Estamos vivenciando a pandemia e, por isso, temos um desafio gigante pela frente. A próxima administração enfrentará o rescaldo da pandemia. Como diz aquela frase bem conhecida: na crise, crie. É isso que o Poder Judiciário vai tentar e, certamente, conseguirá com o apoio dos outros poderes”, ressaltou.

Também participaram do encontro o secretário da Casa Civil, José Ribamar Trindade; e o procurador-geral do Estado, João Paulo Setti Aguiar.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.