Rio Branco, Acre,


Ex-deputado Helder Paiva retorna à política em busca de uma vaga na Câmara Municipal

Neste ano, apenas dois ex-deputados concorrem ao pleito: Helder Paiva e Eduardo Farias

A disputa por uma das 17 cadeiras de vereador em Rio Branco deverá ganhar um concorrente de peso nestas eleições municipais. Isso porque o ex-deputado estadual por quatro mandatos consecutivos, Helder Paiva, resolveu retornar à política em busca de uma das vagas. Neste ano, apenas dois ex-deputados concorrem ao pleito. Além de Paiva, busca a reeleição o vereador Eduardo Farias (PCdoB).

Paiva, natural de Tarauacá,  tem bastante experiência no Poder Legislativo. Neste ano, é candidato a vereador pelo Partido Social Democrata Cristão (PSDC), um dos partidos aliados da candidatura da atual prefeita Socorro Neri (PSB). Ele comentou que a política necessita de nomes capacitados e, por isso, colocou o seu à disposição da população.

PUBLICIDADE

“Estou retornando em busca de fazer um mandato voltado para a sociedade. Entendemos que precisamos investir no setor produtivo e na geração de emprego e renda. Me sinto preparado”, declarou.

Hélder ressaltou que sua vida pública, cujo mandato encerrou em 2014, sempre foi voltada ao bem coletivo. “A população precisa de um olhar diferenciado, de um político que entenda realmente dos anseios do povo”, destacou.

O ex-parlamentar é dos indicados pela Igreja Assembleia de Deus na capital. “Me sinto honrado pela confiança”, comentou. Informações apontam que, caso eleito, será um dos fortes candidatos a assumir a presidência do parlamento municipal.

O candidato já teve inúmeras indicações e projetos apresentados ao longo dos seus 16 anos de mandato. Inclusive, com alguns aprovados pelo Poder Executivo. Helder chegou a estar na vice-presidência do Poder Legislativo acreano por seis vezes, sendo nas quatro gestões de Sérgio Petecão e nas duas do atual deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB), além de ter ocupado as presidências das comissões mais importantes na Assembleia.

Paiva foi eleito em seu primeiro mandato em 1998 pelo PFL com 2.506 votos. Em 2002, venceu o pleito pelo PSDB com 3.250 votos. Já em 2006, novamente pelo ninho tucano, venceu a eleição com 3.679 votos e em 2010 foi eleito pelo PR, obtendo 4.862 votos. Em 2014, o candidato optou por fazer uma pausa na vida pública.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up