Rio Branco, Acre,


Magalhães se solidariza com Gladson e diz que não pode compactua com ataques à família

O parlamentar frisou que os ataques fazem parte de 'pessoas que fogem do debate político

Após uma onda de ataques a honra pessoal do governador Gladson Cameli (sem partido) nos últimos dias, o deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB) usou seu tempo na sessão remota da Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac) nesta terça-feira (27), para dizer que não compactua com práticas do ‘submundo’, e fez questão de se solidarizar com o chefe do Executivo.

O parlamentar frisou que os ataques fazem parte de ‘pessoas que fogem do debate político e buscam na agressão familiar a forma torpe de fazer política’.

“Eu, integrante da oposição, sou chamado para prestar solidariedade ao governador, o que eu vi ontem de postagem em grupos, um vídeo buscando a tratar de questões pessoais e familiar do governador” declarou.

Segundo ele, as críticas são apenas de viés político e não no campo pessoal. “A gente pode ser duro suficiente no debate e no embate político, mas nunca podemos concordar quando as coisas se resvalam para as agressões pessoais e familiares”, argumentou.

 

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up