26.3 C
Rio Branco
27 setembro 2021 11:27 pm

Obras da nova linha e subestação em Manoel Urbano entram na reta final

POR ASCOM

Última atualização em 23/10/2020 15:28

A Energisa Acre está finalizando a construção de uma nova linha e subestação localizada em Manoel Urbano, distante 244km da capital, Rio Branco. As obras tiveram início em julho de 2019 e a previsão é de que em dezembro de 2020 entrem em funcionamento, contribuindo assim para a melhoria da qualidade do fornecimento de energia na região. O investimento para a realização do projeto foi de aproximadamente R$ 41 milhões.

Atualmente, o município conta com o fornecimento de energia a partir da usina termoelétrica que tem limitação no suprimento de energia para o município e região. A ativação da nova subestação vai eliminar essas restrições de fornecimento e ainda vai reduzir as emissões de gás carbônico e a eliminação do consumo de óleo diesel usados na geração de eletricidade.

Os empreendimentos irão triplicar a oferta de energia na região. Ao todo, são 297 torres e 90km de linha de Distribuição para conectar Manoel Urbano ao Sistema Interligado Nacional (SIN). A medida vai beneficiar mais de 8 mil pessoas do município acreano.

“A construção da linha e subestação aumentarão a capacidade de fornecimento de energia à região para atender aos nossos clientes, criando condições favoráveis para novos investimentos e ainda contribuir para o desenvolvimento econômico e social. As obras são prioridades para a Distribuidora, pois conseguiremos proporcionar uma energia confiável, limpa e de qualidade”, destaca o diretor-presidente da Energisa Acre, José Adriano Mendes Silva.

Retrospectiva das Grandes Obras   

Em 2019, a Energisa Acre fez duas grandes entregas. A primeira delas foi a Subestação de Epitaciolândia com um investimento de R$ 18 milhões que duplicou a capacidade de energia para a região do Alto Acre beneficiando as cidades de Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri.

A segunda entrega foi a subestação de distribuição de energia Alto Alegre com investimento de R$17 milhões que atende as cidades de Rio Branco, Porto Acre, Bujari e as Vilas do V e do Incra.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.