Rio Branco, Acre,


Participação de Bocalom em debate ainda é dúvida: “Prefeita está agredindo demais”

"Não queremos desrespeitar o povo com um clima de agressão desse", disse a assessoria

Faltando poucas horas para o debate da TV Acre, que vai ao ar na noite desta sexta-feira (27), o candidato a prefeito Tião Bocalom (PP) ainda não decidiu se comparecerá à programação da afiliada da Rede Globo no estado.

A informação foi confirmada pela assessoria do progressista, que alegou que a adversária Socorro Neri (PSB) “está agredindo demais” Bocalom. “Estamos analisando. Não queremos desrespeitá-la e nem desrespeitar o povo com um clima de agressão desse que nossos adversários criaram”, disse.

O candidato, que no início da semana recebeu as bênçãos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), intermediado pelo senador Márcio Bittar (MDB), pode repetir a mesma estratégia utilizada pelo então candidato à presidência em 2018, que não compareceu aos debates no segundo turno, contra Fernando Haddad (PT), para não pôr em risco o favoritismo.

Bocalom, que quase venceu no primeiro turno, com 49,58% dos votos, lidera todas as pesquisas na segunda etapa do pleito. Nos últimos dias, ele se envolveu em uma polêmica ao afirmar, em entrevista a um programa de TV local, que é favorável à volta dos estudantes às escolas, mesmo durante a pandemia de covid-19.

“É que as crianças, por exemplo, não têm tanto problema com covid. A gente sabe que nós precisamos pegar covid também para poder ficar imunizado”.

A fala gerou reação de profissionais da saúde e da população rio-branquense por conta da reinfecção por coronavírus e possibilidade de os jovens levarem o vírus para dentro de casa e assim contaminarem os mais velhos ou familiares no grupo de risco.

A prefeita e candidata à reeleição Socorro Neri confirmou, por meio de sua assessoria, que estará no debate, que acontece às 21h30, após a novela “A Força do Querer”.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up