Rio Branco, Acre,

bocalom-curral

Bocalom é 13º com maior patrimônio entre os 25 prefeitos eleitos nas capitais do Brasil

Tião Bocalom foi o único bolsonarista eleito entre os prefeitos das capitais, com 104.746 votos

Um levantamento feito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra o patrimônio dos futuros prefeitos eleitos no 2º turno das eleições neste domingo (29), nas 25 capitais brasileiras. Tião Bocalom, que saiu vitorioso em Rio Branco, é um deles.

O progressista aparece como o 13º com maior valor declarado, chegando a R$ 1.240.000.

Macapá não está na lista porque o 1º turno das eleições municipais foi adiado para o próximo domingo (6) por conta da crise de energia no Amapá.

Reeleito em Porto Velho (RO), Hildon Chaves (PSDB) lidera o ranking dos prefeitos com maior patrimônio. O empresário e ex-promotor de Justiça declarou R$ 20.357,001,50 ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Eleito em Boa Vista (RR), Arthur Henrique, do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), declarou R$ 0.

Tião Bocalom foi o único bolsonarista eleito entre os prefeitos das capitais, com 104.746 votos válidos (62,93%).

CONFIRA A LISTA: 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up