30.3 C
Rio Branco
23 junho, 2021 4:23 pm

Bolsa fecha no maior patamar desde 21 de fevereiro; Carrefour perde R$ 2,3 bi

POR O GLOBO

O bom humor causado pela corrida pela vacina contra a covid-19 e pela transição de governo nos EUA animou os investidores, favorecendo os mercados. O dólar comercial encerrou os negócios com queda de 1,03% conta o real, valendo R$ 5,375. O Ibovespa (referência da B3) subiu 2,24%, aos 109.786 pontos, maior patamar desde 21 de fevereiro. Enquanto bancos e Petrobras dispararam, Carrefour fechou com perdas.

Nesta terça, a Rússia informou que a eficácia da vacina Sputnik V varia de 94%, na primeira injeção, a 95%, com a segunda dose. Na véspera, a britânica AstraZeneca (em parceria com a Universidade de Oxford) divulgou que seu imunizante contra o novo coronavírus tem eficácia de 90%.

Ainda na cena externa, o governo republicano de Donald Trump deu sinal verde para o início da transição formal do poder para o democrata Joe Biden, o que reforçou o otimismo sobre os mercados. O presidente eleito já anunciou os principais integrantes de sua gestão, nomes que foram bem recebidos pelo mercado.

Assim, em Nova York, os índices Dow Jones e S&P avançaram, respectivamente, 1,54% e 1,62%. A Bolsa eletrônica Nasdaq teve alta de 1,31%. Nesta sessão, o Dow Jones ultrapassou a marca dos 30 mil pontos pela primeira vez na História.

— Além da expectativa pela vacina, que permite uma leitura de reabertura das economias, a obstrução no processo de transição do governo nos EUA também está terminando, o que também é positivo para os mercados — diz João Vitor Freitas, analista da Toro Investimentos.

O analista destaca que o nome que mais agradou o mercado é o que está sendo especulado para a secretaria de Tesouro na gestão Biden, a ex-presidente do Banco Central americano (Fed) Janet Yellen.

— Janet Yellen supostamente será indicada para o Tesouro, um nome conhecido do mercado. Devido a sua atuação no Fed, projeta-se que é possível que a economia americana tenha um pacote de estímulo mais robusto.

Rafael Antunes, sócio da Inove Investimentos, acrescenta que a possível gestão de Yellen como secretária do Tesouro pode beneficiar países emergentes:

— O perfil de Yellen é positivo para os EUA e para o mundo, especialmente para emergentes. Sua visão de que é preciso ter um programa econômico mais expansionista, fazendo novos gastos e pacotes de incentivo, corrobora para uma retomada do ciclo econômico global.

Com Yellen à frente do Tesouro, os investidores avaliam que a política americana de dólar forte estará de volta. O secretário do Tesouro é historicamente responsável pelo dólar, com uma unidade do departamento dedicada à política cambial. Desde a administração de Bill Clinton até a de Barack Obama, o governo federal aderiu à posição de que uma moeda forte é um reflexo da força da economia dos EUA, de acordo com fontes consultadas pela agência Bloomberg.

Carrefour perde R$ 2,3 bi

Embora o pregão tenha sido positivo para a maioria das empresas, o Carrefour Brasil ainda registrou perdas nesta sessão, com as ações fechando com recuo de 0,52%. Em dois dias, a empresa perdeu R$ 2,36 bilhões em valor de mercado.

As ações da varejista têm perdas após o assassinato de João Alberto Ferreira Freitas em um supermercado Carrefour na cidade gaúcha de Porto Alegre.

Na outra ponta, o setor bancário contribuiu para a valorização do Ibovespa. Os papéis ordinários (ON, com direito a voto) do Banco do Brasil subiram 2,67%. As ações preferenciais (PN, sem direito a voto) de Bradesco e Itaú Unibanco fecharam com ganhos de, respectivamente, 4,49% e 2,8%.

Outra empresa que ajudou o ímpeto de ganhos da Bolsa de São Paulo foi a Petrobras. As ações ON e PN da estatal avançaram, na ordem, 5,34% e 4,46%. A empresa é beneficiada pela alta no preço do petróleo no mercado externo.

O barril do tipo Brent (referência internacional) operava com valorização de 3,97% no fechamento do mercado no Brasil, a US$ 47,89. A cotação da commodity tem ganhos diante das notícias sobre avanço da vacina, o que causa expectativas positivas sobre reaceleração da economia global, o que deve demandar mais matéria-prima. [Capa: Edilson Dantas/Agência O Globo]

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.