19.3 C
Rio Branco
19 junho, 2021 4:38 am

Em meio a apagão, TRE-AP pede adiamento das eleições em Macapá

POR O GLOBO

O Tribunal Regional Eleitora do Amapá (TRE-AP) pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que as eleições municipais em Macapá sejam adiadas. O pedido acontece em meio ao apagão que atingiu o Estado desde a semana passada. O pedido ainda terá de ser avaliado pelo TSE. As eleições estão programadas para o domingo. O pedido foi feito nesta quarta-feira (11) e confirmado pelo TRE-AP.

O governador do Amapá, Waldez Góes (PDT) decretou estado de emergência em todo o Amapá por conta do apagão causado por um incêndio no sistema de abastecimento de energia elétrica que atende o estado.

Segundo ofício encaminhado pelo TRE-AP ao TSE, o adiamento das eleições duraria até o reestabelecimento regular de energia elétrica na capital. O documento menciona que várias manifestações estariam programadas para o dia das eleições o que, segundo o TRE-AP, colocaria os eleitores em risco.

“Convém destacar que no próximo domingo, dia 15.11.2020, várias manifestações estão sendo convocadas para demonstração de desagrado em frente aos locais de votação, o que colocaria em risco os eleitores da Capital”, diz um trecho do ofício.

O documento menciona ainda que, desde o início do apagão, ações de vandalismo supostamente organizadas por membros de facções criminosas vêm sendo realizadas em Macapá e Santana, segunda maior cidade do Estado.

O documento diz ainda que o TRE-AP se reuniu com integrantes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), do setor de inteligência do Exército e com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Apesar de mencionar atos de vandalismo em Macapá e Santana, o TRE-AP pediu o adiamento das eleições somente na capital alegando que nas outras cidades o aparato disponível seria suficiente para garantir a segurança do pleito.

O apagão no Amapá começou na terça-feira da semana passada após um incêndio que atingiu transformadores da concessionária de energia que atua no Estado. No início do apagão, aproximadamente 90% da população do Amapá ficou sem energia.

O governo federal disse nos últimos dias que 80% do abastecimento de energia elétrica no Estado Já foi reestabelecido. [Capa: Divulgação]

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.