Rio Branco, Acre,


‘Estou fazendo a conta da tragédia’, diz Joice após inexpressiva votação em SP

Candidata do PSL teve apenas 1,55% dos votos no primeiro turno da eleição à prefeitura paulistana

Após uma campanha que terminou junto a outros candidatos na lanterna da eleição em São Paulo, a deputada Joice Hasselmann (PSL) disse que não se decidiu sobre eventual apoio no segundo turno, entre Bruno Covas e Guilherme Boulos (PSOL). Com apenas 1,55% na contagem final (pouco mais de 82 mil votos), Joice desabafou:

— Estou amadurecendo a ideia (sobre apoio). Fazendo a conta da tragédia. Mas, por enquanto, não — disse ela ao GLOBO.

PUBLICIDADE

A votação deste ano passou longe de sua performance em 2018, quando concorreu para deputada federal e teve cerca de 1 milhão de votos em São Paulo.

Nem Covas nem Boulos deram qualquer sinal de que aguardam apoio da deputada. Ao longo da campanha, Joice centrou fogo principalmente contra o prefeito. Disse que Covas era ausente e atacou algumas de suas medidas, como o aumento do IPTU.

Ex-aliada do governo federal, até cair em desgraça com toda a família Bolsonaro, Joice diz ter enfrentado problema por falta de recursos. O PSL, segundo ela, destinou pouco recurso para sua campanha.

Assim como Joice, Arthur do Val, conhecido na internet como “Mamãe Falei”, também não manifestou apoio para o segundo turno. Embora tenha ficado em quinto lugar, teve 9,78% dos votos (pouco mais de 522 mil), volume considerado significativo para um novato na política. [Capa: Edilson Dantas/Agência O Globo]

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up