Rio Branco, Acre,


Homem é indiciado na Lei de Segurança Nacional por defender atentado a Bolsonaro

Terceirizado trabalhava em escola em Três Corações (MG), onde presidente participou de formatura

A Polícia Federal (PF) indiciou um homem pelo crime de atentado contra a liberdade pessoal do Presidente da República, previsto na Lei de Segurança Nacional. De acordo com a PF, o homem ameaçou atacar Jair Bolsonaro durante uma visita a Três Corações (MG), em novembro do ano passado.

O indivíduo, de 25 anos, trabalhava como terceirizado na Escola de Sargentos das Armas, onde Bolsonaro participou de uma solenidade de formatura do Curso de Sargentos.

PUBLICIDADE

Segundo a PF, o suspeitou publicou em uma rede social diversas mensagens, em texto e vídeo, demonstrando a intenção de atacar o presidente. Em um dos vídeos, ele afiava o cabo de uma escova de dente. O crime prevê uma pena de quatro a 12 anos de prisão. [Capa: Marcos Corrêa/Presidência]

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up