Rio Branco, Acre,


MT: Mesário é preso suspeito de mostrar arma a eleitor

O mesário foi desligado e encaminhado para o 'cadeião eleitoral'. Ele terá que justificar motivo de portar o revólver em uma seção eleitoral.

Um mesário que trabalhava nas eleições em Cuiabá (MT) foi preso durante a votação neste domingo (15). De acordo com a Justiça Eleitoral, o suspeito é policial penal e portava uma arma de fogo, que teria sido mostrada a um eleitor.

Segundo o juiz da 1ª Zona Eleitoral da Capital, Geraldo Fidelis, o eleitor vota na escola estadual Alina Tocantins, no Cidade Alta, e contou que o pai dele teve um desentendimento durante a votação com o mesário, que exibiu o revólver.

PUBLICIDADE

“O primeiro erro é que ele não deveria ter sido convocado e, segundo, que a seção eleitoral é um espaço democrático, não pode ter qualquer tipo de constrangimento”, afirmou.

O mesário foi desligado e encaminhado para o ‘cadeião eleitoral’ para justificar estar portando a arma dentro da seção eleitoral.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up