21 C
Rio Branco
13 maio, 2021 10:28 pm

53% dos trabalhadores ficaram parados durante a pandemia no Brasil, diz estudo

POR IG

Uma pesquisa feita pela Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Atuária da Universidade de São Paulo (FEA-USP) , mostra que 93 milhões de brasileiros aptos a trabalhar ficaram desempregados ou não buscaram vagas no mercado de trabalho durante a pandemia de Covid-19 . O número representa 53% da população.

Os dados foram levantados após a análise das Pesquisas de Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) , realizada pelo IBGE , apresentadas entre janeiro e setembro de 2020.

Essa é a primeira vez em que o número de trabalhadores inativos ultrapassa a marca de 40% . O maior índice de desemprego, segundo os economistas, foi no segundo trimestre, quando o país atingiu 45,3% de desempregados.

Os pesquisadores somaram todos os dados apurados pelo instituto e chegaram ao número de 53,2% de brasileiros desocupados , seja por falta de oportunidades ou desinteresse em buscar emprego.

Em novembro, uma pesquisa realizada pelo IBGE mostrou que 14 milhões de brasileiros estão desempregados , mas que buscavam oportunidades de trabalho. No levantamento da USP, além desses dados, são computados a população que não quer trabalhar.

Para os especialistas da FEA-USP , a expectativa para 2021 é positiva, mas lembram que os dados só poderão ser revertidos após a imunização em massa da população e incentivos para a retomada da economia.