Rio Branco, Acre,


AM: Mais de 300 bares e eventos são fechados por descumprirem medidas de prevenção à Covid-19

Fiscalização aplicou mais de 600 punições a estabelecimentos por descumprir decretos de prevenção da Covid-19

Entre junho e os primeiros dias de dezembro, 321 estabelecimentos foram fechados e 255 receberam notificações ou autuações em Manaus por descumprimento dos decretos do governo de prevenção à Covid-19, segundo dados da A Central Integrada de Fiscalização (CIF), da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM).

As ações ocorrem sempre aos finais de semana, entre sexta e domingo, com base nas denúncias feitas ao 190 e recebidas diretamente pelos órgãos que integram o colegiado da operação.

Este mês, o Governo autorizou reabertura de bares e casas de show. No entanto, os estabelecimentos poderão funcionar como restaurante até 1h, com diversas medidas de restrição contra Covid-19.

De acordo com o secretário executivo-adjunto de Gestão Integrada da SSP, coronel Hermes Macedo, hoje, a dificuldade tem sido os eventos clandestinos, que reúnem grande público. Nos anúncios, os organizadores não colocam endereço e só fornecem o endereço ao participante após pagamento, minutos antes da festa começar.

Ainda segundo Macedo, além de desrespeitar todas as normas sanitárias de prevenção ao novo coronavírus, os eventos clandestinos também desprezam regras básicas de segurança, como os itens para prevenção de incêndios e outros acidentes.

De acordo com o coronel Hermes, a região do Tarumã, na zona oeste de Manaus, tem sido preferencial para a realização desses eventos clandestinos.

“São locais como chácaras, em áreas com estradas não asfaltadas, para dificultar o acesso, e galpões ou casas fechadas para parecer festa particular”, disse.Há duas semanas, um evento clandestino reuniu cerca de 2 mil pessoas em plena avenida Nathan Xavier, no bairro Novo Aleixo, zona Norte de Manaus. Paredões de veículos parados no local atraíram a multidão, que tomou a rua, fechou o trânsito e subiu em ônibus do transporte coletivo. Foi necessário montar uma operação policial emergencial, com presença das tropas especiais da Polícia Militar. Assim que as equipes chegaram, a multidão de crianças e adolescentes correu pelas ruas do bairro.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up