Rio Branco, Acre,


Há 138 anos, na Gameleira, nascia Rio Branco, a capital mais ocidental do Brasil

Capital mais ocidental da Brasil surgiu com a chegada de Neuteu Maia à região; relembre

No dia 28 de dezembro de 1882, o seringalista Neutel Maia, que havia acabado de chegar à região do Acre, subia o rio que dá nome ao estado quando se deparou com uma frondosa gameleira na margem direita de uma curva. A árvore chamou a atenção do explorador e ele resolveu criar seu seringal aos pés dela. Nascia, assim, Rio Branco, hoje capital do Acre.

No entanto, até se tornar uma cidade e ganhar esse nome, muita história aconteceu no local onde hoje fica o calçadão da Gameleira, no Segundo Distrito.

Maia chamou seu seringal de Volta da Empresa e ordenou a construção de barracões. Em seguida, atravessou o rio e construiu mais um do outro lado, com o nome de Seringal Empresa.

No início do século 20, a região foi palco de algumas das batalhas contra bolivianos durante a chamada Revolução Acreana. Com a assinatura do Tratado de Petrópoles, em 1903, o Acre finalmente passou a ser parte do Brasil e os antigos seringais de Maia foram elevados à categoria de vila e viraram sede do departamento do Alto Acre.

Residência do prefeito de Rio Branco em 1908 / Foto: Acervo histórico

No ano seguinte, o local foi chamado de Vila Rio Branco, em homenagem ao Barão do Rio Branco, diplomata responsável pelas negociações que tornaram o Acre território brasileiro.

As terras eram as mais ricas e produtivas da região e logo a vila se urbanizou, especialmente no segundo distrito. Porém, as cheias do Rio Acre obrigaram o poder público a construir, em 1909, seus prédios do outro lado do manancial, parte mais alta da cidade, onde até hoje está o palácio do governo e os poderes legislativo e judiciário.

Aquela área alta da vila ganhou o nome de Penápolis, em homenagem ao então presidente do Brasil Afonso Pena. Em 1910, o prefeito da época uniu segundo distrito e Penápolis e criou o município chamado Empresa. A cidade só passou a se chamar Rio Branco em definitivo em 1912 e apenas em 1920 virou capital do território do Acre, que seria elevado à categoria de Estado apenas em 1962.

Calçadão ainda guarda um exemplar da gameleira que chamou atenção de Neuteu Maia / Foto: Odair Leal

Rio Branco é a quarta capital mais antiga da região Norte, perdendo apenas para Belém, Manaus e Macapá. 138 anos se passaram desde que Neuteu Maia pisou por estas terras, que hoje concentram mais de 400 mil habitantes, cerca de metade da população do estado.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up