Rio Branco, Acre,


No Acre, professor escreve carta de Natal emocionante para irmão que sumiu há 40 anos

"Assim como papai e mamãe esperaram por você, os seus irmãos continuam te esperando"

A família do professor Marcos Luís, natural de Sena Madureira, vive uma saudade que já dura quase 40 Natais. No início dos ano 70, o irmão José Antônio saiu para conhecer o mundo e nunca mais voltou.

Nesse tempo, o patriarca e a matriarca da família fizeram a passagem e os três irmãos que ficaram ainda aguardam a chegada do viajante. Apesar de não saberem onde e nem como ele está, Marcos, Lúcia e Ângela Batista ainda guardam esperanças pelo retorno do irmão.

José Antônio / Foto: Arquivo Pessoal

Esperança essa que é renovada a cada Natal, como explica o professor em carta escrita neste final de 2020: “Papai nos dizia para termos paciência, porque Natal era a celebração pelo nascimento do menino Jesus, que veio ao mundo para renovar a nossa esperança e a nossa fé”.

Confira a seguir o relato emocionante de Marcos:

“José Antônio, FELIZ NATAL

Há quase quarenta anos você saiu de Sena Madureira para conhecer o mundo e até hoje não voltou. Por cinco anos tivemos cartas, sempre com endereço “Em trânsito”, porque você deixava claro que pertencia ao mundo, mas que sabia da importância familiar. Cresci com meus pais e minhas irmãs dizendo que você voltaria no Natal. E, em todo Natal eu esperava encontrar o meu irmão protetor, o irmão que conheci pelas histórias de outrem.

José Antônio quando criança / Foto: Arquivo Pessoal

 

Passaram-se vários Natais e nada de você. Todavia, nossos pais sempre diziam: é nesse que ele vem e, assim, em cada chegada de época natalina, que é sinônimo de união familiar, de paz e celebração, desejávamos na expectativa de você chegar repentinamente, mas… Nada de você!

Papai nos dizia para termos paciência, porque Natal era a celebração pelo nascimento do menino Jesus, que veio ao mundo para renovar a nossa esperança e a nossa fé. Infelizmente, nossos pais já fizeram a passagem para a morada eterna, ao lado de Deus-Pai. Mas eu continuo te esperando, meu irmão. Eu e nossas duas irmãs. E saiba que você já é tio e até tio-avô. Volte!

Assim como papai e mamãe esperaram tanto por você, os seus irmãos continuam te esperando, com muito amor e uma vontade grandiosa de passar um Natal com você. Um não, todos os que nosso bom Deus permitir.

Nós te amamos, José Antônio.

Marcos Luís, Lúcia e Ângela Batista.”

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up