21 C
Rio Branco
13 maio, 2021 3:49 pm

Prefeitura de Rio Branco entrega mais um Ecoponto à comunidade

POR ASCOM

A coleta seletiva de resíduos sólidos, em Rio Branco, recebeu mais um importante equipamento na gestão da prefeita Socorro Neri neste mês de dezembro. Trata-se do Ecoponto do bairro Conquista que, com uma estrutura moderna conecta os próximos passos para o avanço desta parceria com a comunidade e foi construído com Recursos Próprios do Município.

“O Ecoponto é um importante equipamento do nosso Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. Ele completa a bacia de captação de resíduo sólidos da Regional Estação Experimental, junto com o Ecoponto do Tucumã. Assim, consolidamos os avanços na política municipal de resíduos, oferecendo um ‘endereço correto’ para levar resíduos, direcionando para que a população possa também fazer sua parte”, disse o secretário Municipal de Meio Ambiente, Aberson Carvalho.

O serviço de recebimento dos resíduos sólidos é gratuito e funciona para o descarte de resíduos que podem ser reaproveitados. Entre os materiais que podem ser deixados no local, estão resíduos verdes, de construção civil e demolição, como restos de obras, podas de árvores, além de eletrônicos, pilhas e móveis. O material coletado é encaminhado para cooperativas com as quais a Prefeitura já possui parceria, para que possa ser reciclado ou reutilizado; para o Aterro de Inertes ou para Unidade de Tratamento e Destinação Final de Resíduos Sólidos (UTRE).

Alguns sucatões também recebem parte do material como ferragens e demais metais que podem ser reutilizados. As pilhas, baterias e pneus já possuem um fornecedor que recolhe o material em Rio Branco, conforme obrigatoriedade do fabricante e sem custos para a Prefeitura, a chamada ‘logística reversa’, conforme preconiza a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Os Ecopontos foram criados para que a comunidade faça o descarte correto de vários tipos de resíduos que não são recolhidos pela coleta convencional, ao invés de jogar esses materiais nas ruas, igarapés, rios ou terrenos baldios, o que ocasiona desde problemas de saúde a enchentes, além de aumentar os gastos com a limpeza pública. Materiais recicláveis (papel, papelão, vidro e alumínio) também podem ser levados para estes espaços e de lá são encaminhados às centrais de triagem da Cidade. Para recebê-los, os Ecopontos contam com caixas semelhantes a contêineres instaladas no local, de forma que os resíduos ficam segregados, e devem estimular a entrega voluntária dos resíduos por parte da população.