Rio Branco, Acre,


Senadora Mailza destina mais de R$ 98 milhões para o Acre em 2020

Para combate a pandemia da covid-19, a senadora Mailza liberou R$ 31 milhões para combate a doença

Em 2020, a senadora Mailza Gomes (Progressistas-AC) viabilizou mais de R$ 98 milhões em emendas parlamentares para os 22 municípios do Acre. Desse valor, mais de R$ 31 milhões já foram pagos a saúde e usados no combate ao coronavírus. R$ 68 milhões foram destinados para a agricultura, educação, segurança, assistência social e infraestrutura do governo do estado e municípios.
“Todos os municípios e o nosso estado foram contemplados com as emendas. Agora, o nosso papel é assegurar a liberação desses recursos e fiscalizar a aplicação do dinheiro nas áreas que foram destinadas. Contem sempre comigo para em 2021 trabalhar ainda mais pelo Acre”, destacou a senadora.
Para combate a pandemia do Covid-19, a senadora Mailza liberou R$ 31 milhões para combate a doença, humanização e acolhimento de hospitais.
Na área da Educação, Mailza conseguiu recursos da ordem de R$ 9,5 milhões para construção de escolas, compra de ônibus escolares,  computadores e equipamentos eletroeletrônicos. Para o social, mais de R$ 2,7 milhões que serão usados na assistência social, combate a violência contra mulher, segurança pública e promoção da cidadania.
Por meio de recursos de emenda parlamentar da senadora Mailza, foram garantidos mais de R$ 18 milhões obtidos através do Ministério da Defesa para infraestrutura. Os recursos serão usados para construção de três unidades  da Casa da Mulher Brasileira no estado ao custo de R$ 1,6 (um milhão e R$ 600 mil) cada, construção de casas populares e compra de veículos.
Além das emendas individuais de R$ 15 milhões, cerca de R$ 22,5 (vinte e dois milhões e quinhentos mil) das emendas de bancada serão empregados em áreas como obras, educação, segurança e esportes, informou a senadora Mailza.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up