Rio Branco, Acre,


À beira do colapso, Into desativou 20% de seus leitos de UTI em meados de dezembro

Secretaria de Saúde afirma que unidades podem ser reativadas assim que houver necessidade

Com 90% de taxa de ocupação nesta quarta-feira (27), o setor de UTIs do Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC) teve 10 desativados em meados de dezembro do ano passado.

Até o dia 10 daquele mês, os boletins de assistência à saúde, que trazem dados diários das ocupações nos hospitais, informavam a existência de 50 UTIs na principal unidade de saúde para tratamento da Covid-19. No dia seguinte, o número caiu para 40 e permanece até hoje.

O ContilNet entrou em contato com a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), que explicou que os leitos são abertos conforme a demanda e que naquele momento não havia necessidade de mantê-los ativos.

Caso a quantidade de pacientes graves que precisam de tratamento intensivo ultrapasse os 40 disponíveis, a pasta informou que irá reativá-los.

No momento, 36 pessoas encontram-se internadas em UTIs no Into, hospital que teve a administração repassada a uma empresa privada pelo governo do estado.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up