Rio Branco, Acre,


Acreana que teve 6 pneumonias e perdeu familiar vence a covid-19; veja o relato

Joerlandia é prima de Patydean que foi infectada pelo vírus que ocasionou a morte dela e do bebê

Joerlandia Pinheiro, de 35 anos, é uma dos 33.670 acreanos que venceram a covid-19 entre março, quando a pandemia chegou ao estado, e o dia 31 de dezembro, na virada do ano. Pinheiro usou as redes sociais para comemorar e em um longo relato, agradece familiares, amigos e equipes médicas pela cura.

Com comorbidades sérias, que podem agravar a doença,  entre eles um problema respiratório hereditário. Ao longo da vida teve 6 pneumonias e adquiriu diabetes. Ela conta que teve a forma grave da doença, o que a assustou.

“Sou do grupo de risco altíssimo, principalmente pelo fato de ter problema pulmonares desde pequena (hereditária) a família por parte de meu pai herdou essa genética problemática, e eu fui acometida de 6 pneumonias e a última em 2015 resultou em um abscesso pulmonar, onde passei por tratamento muito doloroso, e que esse tratamento e doença também me trouxeram a diabete tipo II, pela qual faço tratamento até hoje para combater essa doença também não fácil!”

Apesar de ter tido a forma grave da doença, mas preferiu se tratar em casa pois perdeu uma prima recentemente de forma traumática.

Prima de Patydean Castro, que estava grávida quando foi infectada pelo vírus que ocasionou a morte dela e do bebê, Joerlandia explicou que preferiu manter a doença em sigilo para não preocupar a família que ainda sofre a perda de Patydean.

Joerlandia com a prima, Patydean, que morreu vítima de covid-19/Foto: arquivo pessoal

“Minha família ainda nem superou a morte da Patydan Castro. Nossa ninguém tem noção da dor q até hoje essa perda nos causa”, disse.

Joerlandia diz que o seu relato foi feito para, além de agradecer quem cuidou dela no momento em que necessitou, mas também para que as pessoas saibam que, apesar de a doença assustar principalmente quem tem comorbidades, a cura é possível.

“O importante é que as pessoas fiquem sabendo, que mesmo sendo do grupo de risco, podemos sim vencer a COVID-19”.

Confira o relato completo:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up