Rio Branco, Acre,


Com o resultado das eleições 2020, o PT anda mesmo sem rumo quando o assunto é 2022

Se as eleições fossem hoje, nenhum dos seus cardeais sobreviventes arriscaria uma pré-candidatura

Disposição
O prefeito Tião Bocalom, não poderia ser diferente, está com muita disposição para a gestão que se inicia. Marca sua agenda a partir das 5 horas da manhã e cumpre fielmente os compromissos agendados. Esse é um dos lados positivos da alternância do poder.

Recepção
Bocalom faz questão de recepcionar os seus convidados na porta de entrada da prefeitura. Foi assim na manhã de ontem (11) com a deputada federal Vanda Milani (Solidariedade-AC). Na chegada e na saída, o prefeito de Rio Branco acompanhou a parlamentar e seus assessores.

Investimentos
Vanda Milani acerta com Bocalom, emendas para revitalização da Avenida Chico Mendes, no Segundo Distrito da capital. Vanda é uma das principais defensoras de um novo projeto para os 6 km de avenida. E tem razão, o modelo atual, arquitetado pela engenheira Dolores, no tempo de Jorge Viana, está ultrapassado.

Vacina
Está confirmada para o dia 25 de janeiro, segundo a porta-voz do Palácio Rio Branco, Mirla Miranda, o início da vacinação no Acre contra a covid-19. Como uma das vacinas que serão usadas na imunização é a coronavac, ela ainda depende de autorização da anvisa para ser aplicada, assim como a oxoford.

Politicagem
A cada uma hora, desde a última semana, se publica um conteúdo diferente com relação a documentação da coronavac, vacina disponibilizada pelo governo de São Paulo, João Doria, e o Instituto Butatan. Para muitos críticos de plantão, excesso de zelo, para outros, politicagem da braba mesmo.

Sem rumo
O Partido dos Trabalhadores no Acre, com o resultado das eleições do ano passado, anda mesmo sem rumo quando o assunto é 2022. Se as eleições fossem hoje, nenhum dos seus cardeais sobreviventes arriscaria uma pré-candidatura ao governo, nem Jorge Viana.

Recheado
O Diário Oficial da segunda-feira veio mesmo recheado de exonerações, a maioria, do grupo do prefeito Mazinho Serafim, de Sena Madureira, e a esposa, deputada Meire Serafim. Porém, nem todos na base do governo defendem como certa a atitude do governador Gladson Cameli e nem a do prefeito Mazinho. Os que defendem o caminho do meio ficaram calados.

Aposta nada animadora
Os principais empresários e economistas preveem um 2021 de recessão. Milhares de acreanos que receberam o auxílio emergencial de R$ 600 não vão poder contar com esse recurso a partir de janeiro. A quebradeira será grande, um efeito cascata que pode influenciar no bom andamento da economia.

Sem dinheiro
Há cálculos que apontam para um valor de R$ 100 milhões que deixa de circular na economia local. Isso representa muito para um estado que depende literalmente dos repasses federais.

Obras
A aposta do governador Gladson Cameli de geração de emprego e renda – ele gravou áudio garantindo isso – tem mesmo que sair do papel, sob pena de ser esse um tiro no pé, instantes antes de uma eleição. Uma coisa é certa, tanta expectativa vai de encontro ao que se projeta para esse ano.

Projetos
O governo do Acre peca ainda pela não celeridade na elaboração de projetos, mesmo com o governador batendo forte nessa tecla, o risco de se perder recursos por falta de cadastramento de propostas no sistema de convênios do governo federal ainda é muito grande.

Orla do XV
O projeto da Orla do XV, que conta com R$ 17,7 milhões empenhados, ainda não está em fase de licitação. E pior que, no Palácio Rio Branco ninguém fala no assunto, é como se a obra não tivesse nenhum alcance social.

Petecão
Há quem diga que a permanência do PSD na base do governo tem dia e hora marcada. Pior, que essa é uma estratégia para o partido aproveitar ao máximo as tetas do governo. O rompimento vem em 2022, quando, Petecão sai para o governo batendo chapa supostamente com o governador Gladson Cameli.

Limonada
Como a coluna adiantou, a prefeita Fernanda Hassem deu a volta por cima na eleição da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores do município de Brasileia. Foi eleita a vereadora Arlete Amaral foi eleita presidente para o biênio 2021-2022. Ela é do Solidariedade, partido da deputada federal Vanda Milani.

Reunião
Dias antes da eleição, uma reunião demorada contou com a presença da cúpula do Solidariedade em Brasileia e da executiva regional do partido. Detalhes sobre a limonada serão conhecidos nos próximos capítulos, ao contrário do que se desenhava, Fernanda Hassem conseguiu trazer o bloco de mulheres para o seu lado.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up