Rio Branco, Acre,


Como aproveitar a tendência de alta do e-commerce em 2021?

O Inbound Marketing, também chamado de Marketing de Atração, é mais um elemento decisivo para o sucesso

O e-commerce em 2021 deverá crescer 26%, segundo previsão da renomada empresa de consultoria mercadológica EbitNielsen. A estimativa otimista reflete um cenário que favorece o consumo online amplamente.

Assim, aspectos como a demora na aplicação da vacina contra a Covid-19 no país, o necessário isolamento social e o aumento da circulação do coronavírus empurram o consumidor ainda mais para as plataformas digitais de compras.

A boa performance do comércio eletrônico brasileiro no último Natal reforça as expectativas de crescimento para essa modalidade de vendas. Para se ter uma ideia, o rendimento das pequenas empresas saltou 220% em dezembro, conforme dados da Nuvemshop, plataforma de e-commerce com mais de 70 mil lojas virtuais nos países latino-americanos.

Outro dado animador vem da Tatix, que executa o e-commerce de grandes varejistas como Red Bull, Pernambucanas, Payot e Avon.

Apenas em dezembro de 2020, as lojas virtuais vinculadas à Tatix registraram aumento de 765% nos ganhos. Porém, mesmo com essa pungente tendência de alta, é necessário ter os pés no chão. Isso porque o clima positivo também reforça a concorrência. Afinal, nesse contexto, mais negócios apostarão no meio virtual nos próximos meses.

Diante disso, se torna indispensável criar estratégias para alavancar o e-commerce em 2021, e não apenas esperar passivamente os resultados da boa maré.

Visibilidade nos sites de buscas

Obter boas posições nos rankings dos sites de busca terá um peso mais expressivo no e-commerce em 2021 por causa da ampliação da concorrência, entre outros fatores. Por essa razão, as lojas virtuais devem se dedicar a aparecer nos primeiros resultados caso queiram turbinar suas vendas digitais.

Mas o que fazer para obter um bom posicionamento em canais como o Google e o Bing? Entre outras coisas, é fundamental criar conteúdo útil que tenha ligação com os termos usados pelos internautas em suas pesquisas.

A criação de informação de qualidade — original, correta e pertinente — é um dos quesitos usados por empresas como o Google na hora de classificar qual empresa vai aparecer nos resultados. Além disso, esse mecanismo é um modo de atraire mais visitantes para as páginas da marca sem precisar investir em anúncios publicitários.

Inbound Marketing para o e-commerce em 2021

O Inbound Marketing, também chamado de Marketing de Atração, é mais um elemento decisivo para o sucesso do e-commerce neste ano, assim como vem sendo nos últimos tempos. Essa vertente da publicidade serve para ajudar o cliente a descobrir determinado negócio. Porém, além desse encontro perfeito, a técnica é aplicada no instante certo, no canal adequado e com uma abordagem muito mais adaptada ao momento de compra de cada consumidor.

Nessa tática de marketing digital, várias ações são desenvolvidas com a meta de fazer de um negócio uma autoridade em determinado ramo. Desse modo, não apenas quem realmente vai comprar acessa os canais dessa marca, como todos interessados no tema também. Assim, é possível criar abordagens de vendas diferenciadas para cada estágio da jornada de consumo.

Como consequência, as vendas são extremamente favorecidas. Afinal, quanto mais pessoas circulam em uma plataforma de vendas, maior a chance de fechar negócios. Ainda mais quando se fala de consumidores já previamente interessados, mesmo que com níveis diferentes de disposição para a compra.

Layout acessível de qualquer hardware

Para de fato pegar carona na tendência positiva do e-commerce em 2021, os meios digitais devem rodar com facilidade em qualquer mídia. Assim, é preciso preparar aplicativos e sites que tenham um design responsivo.

Com essa qualidade, o usuário acessará os canais de qualquer lugar: smartphones, PCs, tablets e até mesmo da televisão.

Social Ads e Google Ads

Não é bom esperar que o crescimento acelerado das vendas online se concretize apenas com as buscas orgânicas, isto é, não remuneradas.

Como o e-commerce em 2021 apresenta um cenário muito positivo, o investimento também em anúncios patrocinados no Google e nas redes sociais, está valendo mais a pena do que nunca. Afinal, eles são bastante econômicos e apresentam grande potencial de visibilidade e conversão. Os internautas já estão tão familiarizados com a possibilidade de adquirir produtos nas redes sociais, que o Instagram já disponibilizou o Instagram Shop, que deverá chegar ao Brasil em breve.

Uma ideia para divulgar uma marca é observar a concorrência e o nicho em questão, principalmente para atingir um público bem segmentado.

Bônus de boas-vindas

Disponibilizar benefícios adicionais para atrair consumidores é uma estratégia de marketing que tem estimulado o crescimento dos negócios online, principalmente em tempos de crise. Sites de cassino que oferecem bônus de boas-vindas têm obtido sucesso em chamar a atenção de novos jogadores. A ideia é simples: oferecer descontos ou rodadas grátis para quem tem vontade de apostar pela internet, mas nunca o fez.

Essa estratégia pode servir de inspiração para qualquer e-commerce em 2021, uma vez que vem dando muito certo para os cassinos virtuais ao longo de 2020. No caso dos cassinos, os players que entram pela primeira vez recebem algum tipo de benefício.

O objetivo é ampliar a base de clientes em um ganha-ganha. Por um lado, o apostador tem uma oportunidade de jogar a dinheiro sem pagar. Por outro, as casas de apostas digitais podem exigir algo em troca, como o preenchimento de um cadastro por parte desse cliente.

No e-commerce essa estratégia já é comum.  Através dos cupons de desconto, lojistas e  marcas podem oferecer diferentes tipos de vantagens para atrair novos consumidores ou mesmo beneficiar clientes fieis.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up