31 C
Rio Branco
12 abril, 2021 2:59 pm

Denúncia de agressões de soldado contra mulher no Réveillon serão apuradas, diz PMAC

POR SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

O cabo da Polícia Militar Jarleson Lima, suspeito de ter agredido a jovem Joyce Meirelles na noite de Réveillon, em Rio Branco, será investigado pela Polícia Civil e pela corregedoria da Polícia Militar.

Meirelles disse em suas redes sociais ter sido vítima de agressões e mostrou os hematomas, supostamente causados pelo cabo.

Em nota, a Polícia Militar do Acre disse que o procedimento administrativo será para a apuração dos fatos, onde será verificado se ocorreu transgressão disciplinar e se a conduta ‘ofende os valores fundamentais da instituição’.

Confira a nota na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

1. O Comando da Polícia Militar do Acre (PMAC) vem a público esclarecer a respeito de um fato divulgado na mídia envolvendo um cabo da policial militar em folga e uma mulher que relata ter sido agredida fisicamente no dia 1º de janeiro de 2020, em Rio Branco, durante uma comemoração do réveillon.

2. Por se tratar de uma denúncia de crime comum, pois o policial encontrava-se em folga, todas as circunstâncias em que os fatos se deram serão apuradas pela autoridade de Polícia Civil.

3. Porém, como todo policial militar deve proceder de maneira ilibada na vida pública e privada, informamos que a corregedoria da Polícia Militar, de ofício, já instaurou procedimento administrativo para a apuração dos fatos, onde será verificado se ocorreu transgressão disciplinar, bem como se a conduta ofende os valores fundamentais da instituição.

4. Ressaltamos que a Corporação não compactua com desvios de condutas de qualquer de seus integrantes, e reafirmamos nosso compromisso com a vida, com o povo acreano e com a lei.

Rio Branco-AC, 06 de janeiro de 2021

Paulo César Gomes da Silva – CEL PM

Comandante-Geral da PMAC