Rio Branco, Acre,


Em colapso, RO anuncia transferência de doentes e pede médicos

Até sábado, 543 pessoas estavam tratando a doença em hospitais em Rondônia

Marcos Rocha (PSL), governador de Rondônia, anunciou no sábado à noite (23) que chegou a um acordo com o governo federal para transferir os pacientes que estão na lista de espera para tratamento de Covid-19. As informações são do UOL.

O governador ainda fez um apelo para que médicos vão até o estado para ajudar. “Temos equipes, mas tem uma profissão que faz grande falta: os médicos, aqueles que vão comandar essas equipes. Eu faço um apelo ao senhor doutor, a senhora doutor que, por favor, venha nos ajudar, ajudar os rondonienses porque nós temos os leitos, mas está faltando o senhor e a senhora para ajudar os demais integrantes da equipe de saúde”, afirmou.

Segundo Rocha, o governo federal deve transferir pacientes e ajudar a desafogar a rede de saúde. Até sábado, 543 pessoas estavam tratando a doença em hospitais em Rondônia.

“Nós passamos o dia em contato com o governo federal, com o general Pazuello, e ele de pronto disse que iria atender o nosso pedido e de fazer a transferência dos pacientes que estão na fila de espera e quantos mais forem necessários para outros hospitais federais do nosso país”, afirmou.

Com o aumento exponencial dos casos, o governo fez um apelo para que a população não aglomere. “Eu tive essa doença, sei como ela é ruim. Eu perdi amigos, perdi ontem, inclusive, um grande amigo. Não podemos permitir que essa doença se amplie. Então, rondonienses, vamos manter a união de nao disseminarmos esse vírus maldito que tem dilacerado famílias. Esse vírus não escolhe rico ou pobre; homem ou mulher; preto ou branco”, disse.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up