24 C
Rio Branco
21 abril, 2021 9:57 pm

Grupo promove festão de sertanejo ao lado do Into e causa revolta nas redes

POR LEANDRO CHAVES, PARA O CONTILNET

Enquanto 130 pacientes da Covid-19 lutam pela vida no Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), um grupo promove neste sábado (30) uma grande feijoada no Clube dos Oficiais, que fica ao lado da unidade que trata casos graves de coronavírus.

O festão terá muito pagode, sertanejo, arrocha e funk. Nem mesmo o toque de recolher imposto pelo governo para frear a curva de contaminação no Acre intimidou os organizadores, que mudaram os horários de início e fim da festa para adaptá-la ao decreto.

“O que era bom, ficou melhor”, diz o cantor Hangel Borges, sobre as alterações. Ele é velho conhecido dos acreanos por ter protagonizado situações polêmicas que viraram notícia.

https://twitter.com/joaogabrieu/status/1354466040189767684

Em vídeo gravado para as redes sociais, Borges aparece ao lado de um amigo, Davi Rocha, que também convida a população a se divertir na festa em plena pandemia de Covid-19, que já matou mais de 850 acreanos. “Pessoal, vocês não podem perder”, diz o homem.

Intitulada o “Golpe Taí, Cai Quem Quer”, a balada vem gerando muitas críticas nas redes sociais. No Twitter, um usuário comentou: “Esse povo é muito sem noção”.

“Imagina, as famílias buscando os corpos de quem morreu de covid e do lado o som alto e a galera dançando?”, tuitou outro. O ex-vereador Rodrigo Forneck, do PT, afirmou que a festa é um afronta às autoridades e à população. “Bando de babacas”, revoltou-se outra usuária.