Rio Branco, Acre,

11 de junho - Sepulturas são vistas no cemitério Parque Taruma, em meio ao surto de coronavírus (COVID-19), em Manaus — Foto: Bruno Kelly/Reuters

Manaus registra mais de 200 enterros nas últimas 24h; marca é superada pela 3ª vez em janeiro

Capital amazonense passou a ter mais de 150 enterros diários nas últimas semanas, com colapso no sistema de saúde

Manaus registrou 201 enterros nesta sexta-feira (22), informou a prefeitura. Essa foi a terceira vez neste mês de janeiro que foram realizados mais de 200 sepultamentos em um único dia na capital.

No dia 15, foram 213 enterros, o maior registro diário desde o começo da pandemia. No dia 16, foram 202 sepultamentos.

Antes disso, o recorde era de 140 enterros, atingido em abril do ano passado, quando a cidade enfrentava a primeira onda da Covid-19. Para se ter uma noção, antes da pandemia a média em Manaus era de 30 enterros por dia.

O Amazonas passou a transferir doentes para outras cidades por conta da falta de oxigênio em unidades do estado. O colapso aconteceu após recorde de novas internações por Covid-19. Até esta sexta, mais de 6,8 mil pessoas morreram com a doença.

De acordo com a prefeitura de Manaus, dos 201 enterros desta sexta-feira, 157 foram nos espaços públicos e 44 em cemitérios privados. Entre as causas das mortes, 89 foram declaradas como Covid-19, e cinco casos suspeitos.

 Foto: Bruno Kelly/Reuters

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up