Rio Branco, Acre,


No Acre, torcedor do Palmeiras morre de Covid-19 e filha pede homenagem do time

Zé Carlos era palmeirense fanático e faleceu aos 38 anos no último dia 10, em Rio Branco

A família do vendedor José Carlos Tavares Coelho, que morreu de Covid-19 no último dia 10, com apenas 38 anos, vive, além do luto, o sonho de vê-lo homenageado pelo time do coração, o Palmeiras.

Nesta terça-feira (12), a filha Jéssica Coelho pediu nas redes sociais que amigos e palmeirenses de todo o Brasil façam chegar até o clube seu clamor para que o pai receba algum tipo de honraria in memoriam.

A jovem solicitou aos seguidores que comentassem na publicação e marcassem o Palmeiras (@Palmeiras) para chamar a atenção dos administradores do perfil e, assim, ter a chance de ver seu pedido realizado.

Segundo a estudante, esse é um ato de amor por ele e pelo que ele tanto amava. “Era o seu time de coração desde criança. O horário do jogo era sagrado e ele tinha todas as blusas! Era realmente um fanático”.

O amor era tanto que Zé Carlos era conhecido na cidade como “Palmeirense”. “Por isso ficaria muito feliz se o Palmeiras conhecesse o meu pai e a história dele, e pudesse fazer pelo menos uma homenagem antes de algum jogo, pois, ele partiu deixando o sonho de um dia assistir o jogo no Allianz Parque”, comenta Jéssica.

Questionada pelo ContilNet sobre como seria a homenagem dos sonhos, a jovem comenta: “Os jogadores poderiam entrar com uma faixa escrita o nome do meu pai e uma foto dele. Ou colocar uma placa com a foto dele na arquibancada”.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up