Rio Branco, Acre,


Nuvem cósmica ‘fabricando’ estrelas

Redemoinhos gasosos de hidrogênio, enxofre e hidrocarbonetos envolvem uma coleção de estrelas infantis

Redemoinhos gasosos de hidrogênio, enxofre e hidrocarbonetos envolvem uma coleção de estrelas infantis nesta imagem composta da Nebulosa de Órion, vista pelo telescópio espacial Hubble e pelo telescópio espacial Spitzer. Juntos, os dois telescópios expõem moléculas ricas em carbono na nuvem cósmica dessa fábrica de formação de estrelas localizada a 1.500 anos-luz de distância.

A visão ultravioleta e de luz visível do Hubble revela hidrogênio e gás de enxofre que foram aquecidos e ionizados por intensa radiação ultravioleta de estrelas massivas, conhecidas coletivamente como “Trapézio”. Enquanto isso, a visão infravermelha do Spitzer expõe moléculas ricas em carbono na nuvem. Juntos, os telescópios expõem as estrelas em Orion como um arco-íris de pontos espalhados pela imagem.

Imagem: NASA/JPL-Caltech STScI

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up