26 C
Rio Branco
21 abril, 2021 7:01 pm

Secretário diz que decreto não é toque de recolher: “Podem circular pelas ruas”

POR SAIMO MARTINS, DO CONTILNET

O secretário de Segurança Pública do Acre, coronel Paulo César, declarou ao ContilNet nesta sexta-feira (29) que o intitulado toque de recolher do governo, nada mais é do que o fechamento de toda e qualquer atividades que não é essencial no âmbito do estado, a partir das 22h até 6h.

Segundo ele, somente as farmácias, postos de combustíveis e unidades de saúde devem funcionar após o horário definido. “O restante deve está fechado”, explicou.

O coronel citou que até as academias devem realizar o fechamento após 22h, bem como bares e restaurantes.

O decreto regulamenta o horário de funcionamento de estabelecimentos e atividades comerciais com atendimento presencial ao público. Além disso, limita o ajuntamento de pessoas a partir do horário em que vigorará o decreto, e tem o objetivo de evitar o colapso no sistema de saúde, a exemplo do que aconteceu em Rondônia e no Amazonas. A medida mais restritiva deve durar 30 dias.

“Não é toque de recolher. As pessoas podem circular pelas ruas. Toque de recolher seria lockdown”, finalizou o secretário.