Rio Branco, Acre,


Auxílio emergencial pode retornar para parcela de brasileiros

A declaração foi dada durante um pronunciamento de Guedes ao lado do novo presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG)

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, revelou nesta semana que o auxílio emergencial pode retornar. Porém, caso uma nova liberação seja feita, o valor não será liberado para todos os brasileiros que receberam o benefício  no ano passado. Em 2020, o benefício foi pago aos trabalhadores informais.

De acordo com o ministro, somente metade das pessoas que tiveram direito ao auxílio em 2020 receberão o benefício novamente. A declaração foi dada durante um pronunciamento de Guedes ao lado do novo presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

Guedes confirmou que o pagamento do auxílio emergencial estará de volta em um ambiente de maior fortalecimento da saúde fiscal do Brasil. Ademais, ele confirmou que a volta do benefício depende do acionamento de “cláusulas necessárias”

A liberação do auxílio emergencial fez parte de um conjunto de medidas tomada pelo Governo Federal com o objetivo de amenizar os impactos econômicos causados pela pandemia da Covid-19. Foram cinco parcelas de R$600 e quatro parcelas de R$300.

Segundo Rodrigo Pacheco, recém-eleito ao cargo de presidente do Senado, ainda há uma preocupação aos que estão em situação mais vulneráveis do Brasil.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up