Rio Branco, Acre,


Dom Joaquín reage com indignação a decreto de Gladson: “O justo paga pelo pecador”

Dom Joaquín criticou as pessoas que não usam máscaras e não obedecem o distanciamento social

Seguindo outros líderes religiosos no Acre, o bispo da Diocese de Rio Branco, Joaquín Pertíñez, também se posicionou contra o decreto do governador Gladson Cameli que prevê a suspensão de atividades não essenciais, incluindo igrejas e outros setores.

“Acabamos de receber o novo decreto estadual sobre a regressão à bandeira vermelha. Com estupor, indignação e impotência, mas com o maior respeito, acatamos esse novo decreto e obedeceremos pelos princípios que norteiam e dão sentido à nossa vida cristã”, escreveu o representante da Igreja Católica em nota.

Na ocasião, Dom Joaquín criticou as pessoas que não usam máscaras, não obedecem o distanciamento social e permitem espaços lotados, sem a devida fiscalização.

“Depois da irresponsabilidade de tantos, sem uso de máscara, sem distanciamento social, sem respeitar a capacidade estabelecida em locais fechados, sem fiscalização, sem denúncias e punições, e muitos achando-se por cima do dever de cuidar da vida própria e alheia”, comentou.

“Agora vão tomar essas medidas, restringindo a liberdade a quem sempre respeitou todos os decretos, sacrificando muitas coisas na defesa da vida humana, por cima de qualquer outro tipo de interesse humano? Agora vamos terminar pagando “justos por pecadores”, como infelizmente acontece quando a incompetência, descaso e falta de responsabilidade acontece na vida do ser humano?”, questionou.

Ao final, o religioso disse que o decreto será obedecido pela igreja.

“Obedeceremos, SIM, mais esse decreto, com obediência respeitosa, em favor da vida humana. Portanto, neste período, não haverá missa com a presença de púbico, porque, pra nós católicos. Uma vida humana está acima de qualquer valor e não tem preço, seja humilde, poderoso, rico ou pobre. “A VIDA HUMANA ESTÁ ACIMA DE TUDO!””, concluiu.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up