Rio Branco, Acre,


Bolsa Família recebe novo valor para este ano de 2021; veja qual

Muitos são os beneficiários que ainda estão confusos em um ponto: qual será o valor do Bolsa Família em 2021

Estava cadastrado no programa do auxílio emergencial e agora está indo para o Bolsa Família e não sabe como vai ser? Cronograma de pagamentos, valores, saiba todas as informações aqui.

O calendário de pagamentos do programa Bolsa Família para 2021 já foi divulgado pelo Ministério da Cidadania, pasta do Governo Federal responsável por gerir o programa assistencial.

No entanto, muitos são os beneficiários que ainda estão confusos em um ponto: qual será o valor do Bolsa Família em 2021?

Em 2020, durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), os beneficiários inscritos no programa Bolsa Família receberam o auxílio emergencial no lugar do benefício.

Foram pagas, entre abril e dezembro de 2020, um total de nove parcelas, sendo cinco com valor de R$ 600 e quatro com valor de R$ 300.

No entanto, o auxílio emergencial chegou ao fim em 2020 e, até então, o benefício não foi prorrogado para 2021.

Sendo assim, a partir de janeiro de 2021, os beneficiários do Bolsa Família voltarão a receber o valor tradicional, como já acontecia antes da pandemia.

Sem prorrogação do auxílio emergencial e lançamento do novo programa social (Renda Cidadã ou Renda Brasil), o Bolsa Família voltou a ser o principal programa assistencial para quem se encontra em situação de vulnerabilidade social. Atualmente, 14 milhões são contemplados com o benefício.

Governo promete aumento no Bolsa Família
Em dezembro, o presidente Jair Bolsonaro descartou que o auxílio emergencial fosse prorrogado em 2021.

Além disso, o chefe do executivo federal também confirmou que as discussões em torno do novo programa social estavam suspensas e que o caminho, agora, seria apostar no Bolsa Família.

“Quem falar em Renda Brasil, eu vou dar cartão vermelho, não quero mais conversa. É Bolsa Família. São pessoas necessitadas que precisam desse recurso que, em média está, 190 reais. Tenho falado para a equipe emergencial, vamos tentar aumentar um pouquinho isso daí”, disse Bolsonaro.

O novo valor do Bolsa Família para 2021 ainda não foi confirmado, mas a expectativa é que o valor seja pago com valor em torno de R$200 por mês.

O aumento do valor do Bolsa Família também foi confirmado pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

De acordo com ele, a pasta segue estudando algumas mudanças a serem feitas no programa para 2021 e a divulgação do novo formato deve sair assim que receber a aprovação de Bolsonaro.

A expectativa, ainda, é que o Bolsa Família seja ampliado para atender famílias que deixaram de receber o Auxílio Emergencial.

Em torno de 300 mil famílias devem ser incluídas no programa após a modificação. Essa reestruturação, com inclusão de novas famílias, deve acontecer ainda em janeiro.

Cálculo do valor do Bolsa Família
Você sabe como é calculado o valor do programa Bolsa Família? A princípio, são dois tipos de benefícios ao Bolsa Família, sendo pago pelo Governo Federal, o benefício básico de R$89 mensais e o Benefício Variável destinado a famílias compostas por gestantes, nutrizes, crianças e adolescentes de 0 a 15 anos.

O valor de cada benefício chega a R$41,00. Cada família poderá acumular até 5 benefícios por mês, chegando a R$ 205,00 mensais.

Total de famílias beneficiadas por região

-Região Nordeste: são 7.096.461 de famílias atendidas
-Região Sudeste: 3.817.351 de famílias
-Região Norte: 1.796.776 de famílias
-Região Sul: 891.653 de famílias
-Região Centro-Oeste: 680.972 de famílias
-Total: 14.283.213 famílias cadastradas no programa Bolsa Família

Fila de espera no Bolsa Família

O auxílio emergencial, quando foi reduzido de valor, fez a fila de espera para entrar no Bolsa Família aumentar, alcançando, no fim de setembro, o patamar de 1 milhão de cadastros, segundo informações do Jornal Folha de S. Paulo.

A lista de cadastrados, assim, voltou ao que foi registrado no fim de 2019, logo após sucessivos cortes da cobertura e congelamento do ingresso no benefício. Pelo menos 1 milhão de famílias ficaram na espera.

Em março, quando foi anunciado o auxílio emergencial, o Ministério da Cidadania suspendeu completamente o processo de análise dos requerimentos para recebimento do Bolsa Família. Todos tiveram direito ao auxílio de R$600, atendendo, assim, mais pessoas que o programa social.

No fim de setembro, quando o Governo reduziu o valor de R$600 para R$300, o Ministério da Cidadania voltou a analisar os cadastrados no Bolsa Família. Segundo dados obtidos pela Folha, são 999.673 pessoas que aguardam para entrar no programa.

Bolsa Família começa a ser pago em 2021
O calendário de pagamentos do Bolsa Família do ano de 2021 foi divulgado pela Caixa. Em janeiro, o pagamento será realizado entre 18 e 29 de janeiro de 2021.

Atualmente, o programa do Bolsa Família conta com 14 milhões de famílias, pagando todos os meses conforme o número final de Identificação Social (NIS). Sem quaisquer mudanças, os depósitos continuarão nos dez últimos dias úteis do mês.

O valor de cada benefício é de R$ 41,00 e cada família pode acumular até 5 benefícios por mês, chegando a R$ 205,00. O benefício é destinado às famílias que tenham em sua composição, crianças e adolescentes de 0 a 15 anos de idade.

Lembrando que a Caixa Econômica Federal vai iniciar o pagamento do benefício por meio do aplicativo Caixa Tem. Sendo assim, o banco abrirá uma conta social digital para todos inscritos no benefício.

Segundo Pedro Guimarães, presidente da Caixa, o público do benefício assistencial é mais sensível à questão das tecnologias. Por esse motivo, a conta digital para pagamento do Bolsa Família será oferecida “com tranquilidade”, disse ele.

Para isso, a Caixa confirmou que novas alterações no pagamento por meio do Caixa Tem vão acontecer somente para o grupo de brasileiros que ainda não possuíam conta bancária e que poderão continuar recebendo da forma tradicional. Além disso, caso preferira, poderá passar a movimentar o dinheiro por meio do aplicativo Caixa Tem.

A transição no pagamento por meio do Caixa Tem vai acontecer de maneira escalonada. Dessa Forma, essa medida vai alcançar pelo menos 9 milhões de beneficiários.

Os primeiros a receberem o Bolsa Família por meio do Caixa Tem foram os inscritos com NIS final 9 e 0, ainda em dezembro de 2020. Veja como vai acontecer

-Dezembro de 2020: no último mês do ano passado, a Caixa realizou o crédito do Bolsa Família em poupança social digital da Caixa para os beneficiários com NIS final 9 e 0;

-Janeiro de 2021: o crédito do Bolsa Família em poupança social digital da Caixa para os beneficiários com NIS final 6, 7 e 8;

-Fevereiro de 2021: crédito do Bolsa Família em poupança social digital da Caixa para os beneficiários com NIS final 3, 4 e 5;

-Março de 2021: crédito do Bolsa Família em poupança social digital da Caixa para os beneficiários com NIS 1, 2 e para Grupos Populacionais Tradicionais Específicos (indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua).

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up