Rio Branco, Acre,


Diniz faz duras críticas a Bolsonaro: “Cometeu um crime contra o povo brasileiro”

Gehlen culpou o governo federal em não ter adquirido os lotes das vacinas necessárias para imunização do povo 

O deputado estadual Gehlen Diniz (Progressistas) fez um pronunciamento bastante irritado na sessão remota desta terça-feira (2) na Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac), com a condução do governo federal em relação a pandemia do covid-19 no país.

Segundo ele, apesar de ter feito campanha e votado no presidente da República Jair Bolsonaro, o fato não lhe impede de tecer críticas. “Eu sou eleitor do Bolsonaro. Votei lá no passado. Isso não quer dizer que eu tenho que concordar com cada palavra que ele pronuncia. Errou, pecou. Me atrevo até dizer que cometeu um crime contra o povo brasileiro”, disparou.

O líder do governo no parlamento acreano, destacou que a situação está tão complicada, que se houver críticas ao presidente, várias pessoas aparecem defendendo nas redes sociais. “Milhares de irmãos morrem todo dia, e quando alguém cobra do governo Bolsonaro vem um rebanho para atirar pedras”, ressaltou.

Diniz culpou o governo federal em não ter adquirido os lotes das vacinas necessárias para imunização do povo brasileiro e elogiou o governador João Dória (PSDB) por ter conseguido a Coronavac. “O ego do governo é grande e se não fosse o Dória não teríamos ninguém sendo vacinado ainda”, encerrou.

 

 

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up