Rio Branco, Acre,


Idosos acima de 90 anos começam a ser vacinados contra covid-19 na Capital; veja locais

Esta etapa será realizada por meio de uma grande operação, englobando três unidades de saúde

Começa nesta quarta-feira, dia 10, a vacinação contra a COVID-19 dos idosos com idade a partir de 90 anos. A coordenação local do plano de vacinação é feita pela Secretaria Municipal de Saúde de Rio Branco (Semsa), que recebeu 880 novas doses do imunizante CoronaVac, nesta terça-feira, dia 9. A campanha começou no dia 21 de janeiro, pelos idosos e profissionais de saúde.

A estratégia, planejada pelas Diretorias de Assistência à Saúde e de Vigilância em Saúde da Semsa, sob a orientação do secretário municipal, Frank Lima, segue o cronograma nacional planejado pelo Ministério da Saúde, que é o coordenador nacional da campanha de vacinação contra o coronavírus. Cerca de 6 mil pessoas já foram vacinadas na capital acreana.

“Nesta etapa de vacinação dos idosos da comunidade, serão atendimentos especificamente os idosos com idade a partir de 90 anos. Será um novo momento da campanha de vacinação. Na etapa anterior, foram vacinados apenas os idosos com idade a partir de 80 anos, que estavam acamados”, explica a diretora de Assistência à Saúde da Semsa, Sheila Andrade.

Esta etapa será realizada por meio de uma grande operação, englobando três unidades de saúde (Roney Meireles, Claudia Vitorino e Policlínica Barral e Barral), e ainda um ponto de drive thru, que será montado no pátio do antigo Detran, na Avenida Nações Unidas, em frente ao 7º Batalhão de Engenharia e Construção (7º BEC).

O horário de vacinação será das 8h às 17h, e para ser vacinado, o idoso precisa apresentar documento oficial com foto e o número do CPF. Se possuir, deve apresentar no lugar do CPF, o cartão do SUS. Quem tiver a carteira de vacinação também poderá apresentá-la para anotação, caso contrário, uma nova será entregue ao idoso vacinado.

“É necessário comprovar a idade e quem tem a carteira de vacinação deve levar, pois somente faremos para quem não tem mesmo. Todos devem estar com a máscara facial, e tomar os cuidados para evitar a contaminação pelo coronavírus. Nas unidades, é preciso também manter o distanciamento”, sugere a chefe da Vigilância Epidemiológica da Semsa, bióloga Socorro Martins.

CONTINUA

Simultânea à vacinação dos idosos acamados, a vacinação dos trabalhadores da saúde da capital, que começou em janeiro, vai continuar da mesma forma, atingindo os profissionais das URAPs, UPAs, Policlínicas e demais unidades da rede, conforme houve disponibilidade de doses do imunizante.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up