Rio Branco, Acre,


Jorge Viana se despede da mãe que morreu de covid-19: “Vai se juntar ao nosso pai”

Ao final, em nome dos irmãos, Viana fez um agradecimento aos que se solidarizaram

O ex-senador Jorge Viana lamentou ainda na tarde desta segunda-feira (8) o falecimento de sua mãe, Silvia Macedo das Neves, aos 95 anos.

A causa apontada pelo político foi o coronavírus. Dona Silvia estava se tratando da doença há algum tempo.

SAIBA MAIS: Morre Silvia Macêdo das Neves, mãe de Jorge e Tião Viana, vítima da covid-19

Emocionado, Jorge contou um pouco da história da matriarca.

“Deus nos deu o privilégio de sermos filhos dessa mãe adorável. Sua história de vida começou no seringal São Gabriel em 1925. Nos criou junto com nosso saudoso pai na simplicidade da vida e na fé cristã. Nos deu o melhor amor do mundo, o amor de mãe. Nos ensinou a importância da simplicidade da vida, da fraternidade e do amor ao próximo. Dedicou a sua vida na nossa criação”, escreveu.

“A saudade vai ser eterna, mas o que nos conforta é que ela foi recebida por Deus e vai se juntar ao nosso pai e ao Wildinho. Nos últimos tempos nos dedicamos a cuidar dela. Lamentamos que ela seja mais uma vítima dessa terrível pandemia e pedimos a todos que se empenhem pela vacina e temos fé que ela chegue para quem precisa antes desse vírus. Os últimos dias foram de muito sofrimento pra todos nós que a amamos, ficamos ao lado dela e fizemos tudo pra devolver um pouco do amor que ela sempre nos deu”, continuou.

Ao final, em nome dos irmãos, Viana fez um agradecimento aos que se solidarizaram com a partida de Dona Silvia.

“Silvinha, Tião, eu e todos da família (especialmente seus netos e bisnetos que ela amava tanto) agradecemos a solidariedade e as orações de todos”, concluiu.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up