Rio Branco, Acre,


Não deu: imigrantes estão sendo obrigados a voltar para o Brasil novamente

Os imigrantes praticamente foram ‘caçados’ pela pequena cidade de Iñapari

A tentativa de entrar a força para o lado peruano durante a manhã desta terça-feira, dia 16, parecia uma boa alternativa por parte dos imigrantes que ficaram por dois dias na ponte que liga o Peru ao Brasil pelo estado do Acre.

Sem nenhuma justificativa por parte das autoridades do Peru, os imigrantes praticamente foram ‘caçados’ pela pequena cidade de Iñapari e obrigados a retornar para o lado brasileiro da ponte.

Existem relatos de pessoas feridas, que foram espancadas pela polícia e exército peruano, fato ainda não comprovado. Segundo o prefeito da pequena cidade de Assis Brasil, Jerry Correia, os imigrantes estão voltando novamente para a escola que forneceu abrigo desde o início do ano passado.

“Não aguentamos mais, estamos no limite e não houve qualquer iniciativa por parte das autoridades do Brasil, foi questão de horas para que o Exército peruano expulsasse todos e mandasse de volta.  Agora teremos novamente de alimentar e dar guarida, além de lidar com alguns feridos”, relatou o prefeito.

Em algumas imagens divulgadas após os imigrantes entrarem no lado peruano, foi registrado que muitos perambulavam por quintais da cidade, tentando fugir das autoridades policiais. Alguns foram detidos e colocados encima de veículos e levados para a ponte novamente.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up