Rio Branco, Acre,


Palmeiras: Weverton consegue o feito de voltar do Mundial maior do que foi

Melhor do time contra o Tigres, na semifinal, o goleiro evitou uma eliminação que seria ainda mais marcante para a trajetória do Alviverde

A decepcionante passagem do Palmeiras pelo Qatar deixou apenas um atleta maior do que era antes da disputa do Mundial. E esse cara é Weverton.

Melhor do time contra o Tigres, na semifinal, o goleiro evitou uma eliminação que seria ainda mais marcante para a trajetória do Alviverde. Foi por pouco, inclusive, que ele não defendeu a cobrança de Gignac em pênalti infantil cometido por Luan.

Contra o Al Ahly, Weverton também fez uma defesa importante e, nas disputas de pênalti, deu sobrevida aos palmeirenses que desperdiçaram três cobranças.

O Mundial não vai apagar a excelente temporada do Palmeiras até aqui, com título do Paulista e da Libertadores, além das finais da Copa do Brasil e da Recopa que ainda serão disputadas. Mas daqui a alguns anos, quando a história da competição for contada, o único que terá espaço de carinho na memória do torcedor será Weverton.

Titular recentemente da seleção brasileira, ele já levanta dúvidas nos torcedores se merece ou não o lugar que normalmente é de Alisson, do Liverpool. Entre os palmeirenses, também já há um debate sobre quem é melhor: ele ou Marcos?

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up