Rio Branco, Acre,


Só em janeiro, mais de 1.300 casos de dengue foram confirmadas em Rio Branco

Comparado ao mesmo período de 2020, o aumento é de quase 1000% e preocupa

Em coletiva de imprensa realizada na sede da Prefeitura de Rio Branco na manhã desta terça-feira (2), o secretário de Saúde Frank Lima declarou que os números de casos de dengue na capital tiveram aumentos significativos em relação ao último ano.

Secretário Frank Lima/Foto: ContilNet

Em relação a casos confirmados, Rio Branco registrou impressionantes 1.387 casos da doença somente em janeiro. Esse aumento de quase 1000% no número de casos é observado quando se compara com o mesmo período de 2020, que registrou apenas 123 casos de dengue na capital.

Na primeira semana de janeiro deste ano, a cidade registrou 367 casos, na segunda, 453 e já na terceira semana, o aumento foi alarmante, chegando aos 431 casos. Comparando 2021 com 2019, o aumento foi 47,9%. Em razão desse cenário, foi emitido um decreto de calamidade pública.

O secretário afirma ainda que a dengue mata mais que covid-19, destacando que a letalidade da dengue está em torno de 30%, sendo que a da covid-19 não chega a 2%. Segundo ele, dos seis casos de dengue hemorrágica confirmados este ano, duas pessoas vieram a óbito. “Não é brincadeira, as pessoas precisam se atentar para isso”, declarou.

Prefeito Tião Bocalom/Foto: ContilNet

O prefeito Tião Bocalom (Progressistas) revelou que assinou o decreto de calamidade pública para que as pessoas tenham consciência de que os casos dispararam. “Os números estão acima do recomendado pelo Ministério da Saúde. Agora, vamos fazer parcerias com as demais secretarias para ajudar no que for preciso”, encerrou.

Dentre as medidas adotadas pela prefeitura está a de designar o Centro de Saúde Barral y Barral como referência nos casos da doença. “Vou me reunir com o secretário para tomar as medidas necessárias no combate à dengue. De nada adianta, se as pessoas não fizerem sua parte”, destacou o prefeito.

 

 

 

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up