Rio Branco, Acre,


“Temos família para sustentar”, diz lojista contra fechamento do comércio na Capital

Uma manifestação que reuniu comerciantes e autônomos no Centro de Rio Branco nesta quarta-feira

Foi realizada na manhã desta quarta-feira (3) uma manifestação que reuniu comerciantes e autônomos no Centro de Rio Branco, contra a regressão do Acre a bandeira vermelha, em razão do avanço da pandemia do Covid-19.

O objetivo da manifestação é pressionar o governador Gladson Cameli a recuar no decreto que fechou as atividades não essenciais no Acre. “Queremos que o governo veja nosso lado, não somos nós que propagamos o avanço no Covid-19. A gente tem família para sustentar e queremos apenas trabalhar’, declarou João Rocha, camelô do centro da cidade.

João destacou que na manifestação estavam sendo esperadas ao menos 150 pessoas em frente ao Palácio, mas, por conta da chuva, o movimento perdeu força. “Além disso, se viéssemos todos, a segurança iria dizer que estávamos nos aglomerando”, ressaltou.

O locutor de lojas Lyra Xapuri contou que a regressão do Acre para a fase vermelha, vai gerar prejuízo gigantesco no comércio do Estado. “Vamos perder 60% de arrecadações na economia”, encerrou.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up