Rio Branco, Acre,


Vanda Milani destaca reforma do Instituto Santa Juliana anunciado pelo governo

A reforma do Instituto Santa Juliana é uma das obras que conta com recursos da parlamentar

A deputada federal Vanda Milani (Solidariedade-Ac) destacou o anuncio feito pelo governador Gladson Cameli, em Sena Madureira, no último sábado (6), do pacote de investimentos de R$ 60 milhões para intervenções em infraestrutura, reforma e construção de escolas rurais e indígenas e a ponte sobre o rio Iaco.

A reforma do Instituto Santa Juliana é uma das obras que conta com recursos da parlamentar. Além dos R$ 500 mil já em conta, Vanda Milani se comprometeu em destinar mais recursos para o projeto de acessibilidade do prédio histórico.

“Essa reivindicação é antiga, atende a comunidade escolar e a tradição das Irmãs Servas Reparadoras. Soube do anúncio do início das obras feito pelo governador e reitero aqui o meu compromisso com a educação e a população de Sena Madureira”, acrescentou.

Sem condições de permanecer recebendo crianças, o espaço foi fechado pela primeira vez em 1936, sendo reaberto somente em 1941 pelo bispo D. Próspero Bernardi, passando a funcionar em regime de internato e externato para meninas, sob a direção das Irmãs Servas de Maria Reparadora.

Fechado há mais de 20 anos, o governo do Estado, por meio da SEE, decidiu pela recuperação e revitalização do Instituto.

“Contribuir com educação é um compromisso com o futuro. Escolas com o padrão do Instituto Santa Juliana, fechadas, significa mais vagas em presídios. Cada centavo investido em educação, reduz a vulnerabilidade das pessoas, que ficam menos expostas ao crime. O governo do Acre acerta em mais essa obra e eu tenho orgulho de participar desse momento de reconstrução” concluiu.

O governador Gladson Cameli falou da importância da parceria dos deputados federais e senadores nos investimentos anunciados para Sena Madureira.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up