32 C
Rio Branco
16 maio, 2021 12:37 pm

Bolivianos bloqueiam pontes e ruas em protesto contra preço da carne brasileira

POR O ALTO ACRE

Os motos taxistas da cidade de Cobija, capital do estado de Pando (Bolívia), que faz divisa com o Brasil através do Acre, bloquearam o acesso as pontes da Amizade (Epitaciolândia) e Wilson Pinheiro (Brasiléia), na manhã desta quarta-feira, dia 31 de março.

O motivo, segundo um dos representantes da categoria, comunicou ao oaltoacre que, seria o preço da carne que está sendo vendida por um preço considerado muito cara na cidade, principalmente a brasileira que é exportada para o lado boliviano.

As pontes que dão acesso ao lodo boliviano por Brasiléia e Epitaciolândia foram bloqueadas como forma de chamar atenção das autoridades de Pando, como prefeito, governador e vereadores. Uma reunião estaria prevista para as 14 horas (hora boliviana).

“Estamos realizando um protesto pacífico, estamos impedindo apenas o tráfego de veículos pelas ruas de Cobija e acesso nas pontes. Nosso protesto está previsto para dois dias e poderá se estender por mais, caso as autoridades não tomem alguma providencia”, disse Seu Luís.

Na cidade de Cobija, várias ruas e avenidas foram interditadas impedindo o trânsito de veículos e alguns motos taxistas foram hostilizados para que aderissem ao protesto, sob alegação de que o protesto é para todos.

O comandante da Polícia Nacional Boliviana esteve reunido com representantes na divisa com Epitaciolândia, pedindo para que liberassem as pontes, mas, tudo iria depender da reunião que acontece na tarde desta quarta-feira, dia 31.