25.8 C
Rio Branco
26 maio 2022 9:15 pm

Contra dura realidade, mulheres lutam por espaço em cargos de liderança no esporte brasileiro

POR

Última atualização em 13/03/2021 12:19

Segundo dados do Comitê Olímpico Internacional (COI), apenas 17 dos 206 Comitês Olímpicos do mundo todo são presididos por mulheres. Estes são números que, tristemente, não apontam uma novidade, mas são apenas mais um exemplo da falta de representatividade histórica da figura feminina em cargos de liderança fora e dentro do Brasil. Por isso, em homenagem a elas, que são inspiração e símbolo da luta pela igualdade de gênero no poder, o Ge celebra as referências femininas do esporte brasileiro.

– Espero que outras mulheres me vejam como modelo. Muitas ótimas jogadoras da seleção, se dermos suporte, podem ser técnicas muito boas. Precisamos mudar a história pra assegurarmos mais treinadoras, ou será um desperdício. Mas, eu acredito mesmo é na mistura: é bom ter homens e mulheres para um melhor resultado – disse Pia Sundhage, técnica da seleção feminina de futebol.

Leia mais em GLOBO ESPORTE, clique AQUI!

Foto: Sam Robles/CBF

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.957 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.